Edições Anteriores

  • Número com dossiê temático
    Vol. 17 N.º 32 (2022)

    DOSSIÊ TEMÁTICO - Publicidade: novos formatos, novos conteúdos

    EDITORES

    Jorge Veríssimo, Escola Superior de Comunicação Social, Instituto Politécnico de Lisboa

    Sara Balonas, Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho

     

    No que concerne ao primeiro intento, os editores pretendem, acima de tudo, estimular o debate em torno da publicidade, refletindo sobre a sua capacidade de adaptação aos desafios societais e tecnológicos, sem esquecer as tendências que o discurso publicitário anuncia ou incorpora.
    Quanto ao segundo, os editores do dossier “Publicidade: novos formatos, novos conteúdos” apresentam os vários contributos de investigadores que procuram espelhar a contemporaneidade através da publicidade, revelando que esta se continua a afirmar enquanto discurso e enquanto técnica no ecossistema comunicacional.

     

  • Número com dossiê temático
    Vol. 16 N.º 31 (2021)

    DOSSIÊ TEMÁTICO - Os Novos Territórios do Podcast

    EDITORES

    Ana Isabel Reis, Faculdade de Letras da Universidade do Porto 

    Fábio Ribeiro, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

     

    Nos últimos anos tem-se registado um aumento significativo no consumo de podcasts, numa tendência que parece já não ser exclusivamente internacional. Em Portugal, durante o confinamento provocado pela pandemia da COVID-19, seguiu-se essa tendência. Dirigido tanto para as grandes audiências, como para pequenos nichos hiperespecializados, o podcast tem vindo a ser utilizado não apenas pelos meios de comunicação, mas também nas mais diferentes áreas: da política às relações públicas, do ensino à comunicação organizacional, da cultura ao desporto. Este número da Revista Comunicação Pública, sob o tema “Os novos territórios do Podcast”, tem por objetivo explorar esse carácter multifacetado e transversal do podcast.

  • Número com dossiê temático
    Vol. 16 N.º 30 (2021)

    DOSSIÊ TEMÁTICO - Publicidade em tempos de pandemia: novos desafios e abordagens

    EDITORES

    Elsa Simões, Universidade Fernando Pessoa

    Sandra Tuna, Universidade Fernando Pessoa

     

    A publicidade é, e tem sido desde sempre, um importante indicador de mudanças sociais, em todas as áreas. Mesmo quando confrontada com situações extremas, tais como a que vivemos presentemente, as sociedades ocidentais contemporâneas mantêm a necessidade de prosseguir com os seus processos, na medida em que as rodas da economia das quais dependemos têm de continuar a girar, independentemente dos percalços que ameaçam bloquear o sistema. A publicidade tem, portanto, de se adaptar de forma rápida e eficaz à alteração profunda de paradigma que a pandemia provocou: ao mesmo tempo que as novas mensagens publicitárias enfatizam a necessidade de manter vivo o processo de consumo, têm necessidade de acentuar visivelmente o facto de haver consonância total de interesses entre anunciante e consumidor.

  • Número com dossiê temático
    Vol. 15 N.º 29 (2020)

    DOSSIÊ TEMÁTICO - Comunicar a saúde: fundamentos e práticas para uma melhor saúde

    EDITORES

    Célia Belim, ISCSP-Universidade de Lisboa, CAPP Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Universidade de Lisboa (ISCSP-ULisboa)

    Cristina Vaz de Almeida, CAPP-ISCSP-Universidade de Lisboa; ISPA Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Universidade de Lisboa (ISCSP-ULisboa)

    Expressões como “saudável graças à comunicação” (Belim & Vaz de Almeida, 2018a), “abrir a porta da comunicação para melhores resultados” em saúde (Vaz de Almeida & Belim, 2019), a comunicação “como uma luz no caminho do paciente” (Vaz de Almeida & Belim, 2020) e as “competências de comunicação como a chave” para otimizar a literacia em saúde (Belim & Vaz de Almeida, 2018b) traduzem o valor da comunicação para a saúde.

  • Número com dossiês temáticos
    Vol. 15 N.º 28 (2020)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Notícias e públicos na era dos novos media

    EDITORES

    Patrícia Silveira, IADE- Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação, Universidade Europeia

    Inês Amaral, Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

    As problemáticas inerentes às dinâmicas de produção, distribuição e consumo de informação de teor noticioso têm sido alvo, nos últimos anos, de inúmeros estudos académicos. Salienta-se, porém, a especial relevância, no presente, de haver uma maior produção científica em matérias que se dediquem a compreender e a analisar os novos panoramas mediáticos e informativos …

    DOSSIÊ TEMÁTICO: A comunicação omnicanal em turismo

    EDITORES

    Raquel Barbosa Ribeiro, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa

    Filipa Fernandes, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa

    Encontramo-nos na era dos serviços e a comunicação estratégica é tida como determinante para o seu sucesso (Lewis, 2019). Nas últimas décadas, o processo de digitalização da sociedade influenciou notavelmente a comunicação estratégica (Batra & Keller, 2016) …

     

  • Número com dossiê temático
    Vol. 14 N.º 27 (2019)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Desinformação, Jornalismo e Modelos de Negócio

    EDITORES

    Suzana Cavaco, CITCEM -Faculdade de Economia da Universidade do Porto

    O cidadão, para atuar em democracia, precisa de ter acesso a informação relevante, verídica e plural. A responsabilidade social da imprensa – um conceito introduzido em 1947 pela Comissão Hutchins – assenta no direito fundamental a informar e a ser informado. O jornalista desempenha um papel socialmente reconhecido de construção da realidade. Trata-se de um “poder simbólico”: um poder “invisível”, “quase mágico”, “de fazer ver e fazer crer, de confirmar ou de transformar a visão do mundo e, deste modo, a ação sobre o mundo, portanto o mundo” (Bourdieu, 1989). Nos anos 90, Bourdieu (1997) criticava os jornalistas por deterem o monopólio de facto dos instrumentos de difusão da informação a grande escala, contra o qual se defrontavam os produtores culturais…

  • Número não temático
    Vol. 14 N.º 26 (2019)

  • Número com dossiê temático
    Vol. 13 N.º 25 (2018)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Comunicação Interna Estratégica

    EDITORES

    Sandra Pereira, Escola Superior de Comunicação Social (ESCS) - Instituto Politécnico de Lisboa / Centro de Investigação de Estudos de Sociologia (CIES) - Instituto Universitário de Lisboa

    Muitos são os desafios que se colocam hoje na comunicação com os colaboradores das organizações. A forma como as organizações comunicam internamente está a ganhar novos contornos, que trazem a debate inúmeras matérias. A natureza cada vez mais global dos negócios, que altera os princípios e os modelos de trabalho e colaboração, as crescentes exigências dos clientes, investidores e reguladores, os novos contornos do panorama mediático e as dinâmicas impostas pelos meios digitais e sociais obrigam as empresas, sejam estas grandes corporações ou microprojetos empresariais inovadores, do setor público ou privado, a repensar as suas formas de informar e dialogar com os colaboradores…

  • Número não temático
    Vol. 13 N.º 24 (2018)

  • Número com dossiê temático
    Vol. 12 N.º 23 (2017)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Fotografia e Propaganda no Estado Novo Português

    EDITORES                                                                                                                                           Filomena Serra, Instituto de História da Arte, IHA, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, FCSH, Universidade Nova de Lisboa

    A publicação deste número especial temático composto por onze estudos inéditos - intitulado Fotografia e Propaganda no Estado Novo - é a primeira iniciativa editorial do Projecto Fotografia Impressa. Imagem e Propaganda em Portugal (1934-1974) e resulta da chamada de trabalhos ocorrida em Janeiro de 2017, através da revista Comunicação Pública, da Escola Superior de Comunicação Social (ESCS), com o apoio do Instituto de História da Arte da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

  • Número não temático
    Vol. 12 N.º 22 (2017)

  • Número não temático
    Vol. 11 N.º 21 (2016)

  • Número não temático
    Vol. 11 N.º 20 (2016)

  • Número não temático
    Vol. 10 N.º 19 (2015)

  • Número com dossiê temático
    Vol. 10 N.º 18 (2015)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Political web communication, civil society and citizenship into question

    EDITORES

    Paula Espírito Santo, Centro de Administração e Políticas Públicas, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa

    Participative democracy is, more than ever, a constant work-in-progress and an ever challenging dilemma both for citizens and the civil community and also for political elites and democratic governments. One of the core questions to address is on which side to be: on ‘their’ side, the side of the power elites, cooperating with them, or on the ‘other’ side, the side of the people and of civil society, growingly critical and suspicious about the status quo system and its elites. This special issue and the contributions therein is focus on three main interrelated areas of inquiry: political web communication, civil society and citizenship. Briefly, we seek, on the one hand, to get closer to the inner process of political interactivity in the web space, particularly by questioning how citizenship has been performed…

  • Número não temático
    Vol. 10 N.º 17 (2015)

  • Número não temático
    Vol. 9 N.º 16 (2014)

  • Número não temático
    Vol. 9 N.º 15 (2014)

  • Número não temático
    Vol. 8 N.º 14 (2013)

  • Número não temático
    Vol. 8 N.º 13 (2013)

  • Número não temático
    Vol. 7 N.º 12 (2012)

  • Número não temático
    Vol. 7 N.º 11 (2012)

  • Mestrados ESCS
    Vol. 6 N.º Especial 01E (2011)

  • Número não temático
    Vol. 6 N.º 10 (2011)

  • Número com dossiê temático
    Vol. 5 N.º 9 (2010)

    DOSSIÊ TEMÁTICO: Antropologia dos Media

    EDITORES

    Marta Vilar Rosales, FCSH-UNL e CRIA

    Os textos que se apresentam neste número temático da revista Comunicação Pública foram, na sua maioria, apresentados no decorrer do painel Antropologia dos media: práticas, consumos e representações do IV Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia, em Setembro de 2009, sob coordenação de Filipe Reis e Marta Vilar Rosales.

1-25 de 31