Consumo de podcasts jornalísticos no cotidiano de jovens universitários brasileiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34629/cpublica.56

Palavras-chave:

podcasts, jornalismo, jovens, cotidiano, consumo

Resumo

Este artigo busca lançar luz sobre os podcasts jornalísticos, mídia considerada estratégica para as empresas de comunicação atrairem jovens que não têm o hábito de consumir notícias. Para tanto, foi realizada uma pesquisa por meio de survey no Google Formulários com jovens estudantes de graduação da Universidade de Brasília (UnB), Brasil, público que está dentro do perfil de consumidores de podcasts em geral identificado por pesquisas nacionais (ABPOD, 2019; IBOPE, 2019). Os objetivos são compreender os usos que os jovens fazem dos podcasts jornalísticos e com quais significados se iserem na vida social dos universitários. A pesquisa permitiu identificar que há podcasts jornalísticos brasileiros com presença no cotidiano dos jovens, contribuindo para a construção de hábitos de consumo de informação, manutenção de relações sociais e compreensão dos acontecimentos no Brasil e no mundo.

Biografias Autor

Cleisyane Lopes Quintino, Universidade de Brasília (UnB)

Mestranda em Comunicação na Universidade de Brasília (UnB). Possui graduação em Jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (2011) e é servidora técnico-administrativa da Universidade de Brasília.Tem experiência em produção jornalística impressa, audiovisual e radiofônica. Seu interesse de investigação é na área de podcasts, buscando aliar pesquisas quantitativas e qualitativas.

Nelia Del Bianco, Universidade de Brasília (UnB)

Doutora em Comunicação na Universidade de São Paulo, com estágio de pós-doutorado na Universidade de Sevilha. Professora dos programas de pós-graduação em Comunicação das universidades de Brasília e Federal de Goiás. É professora visitante no programa de pós-graduação da Universidade Federal de Ouro Preto. Estuda o ecossistema da comunicação audiovisual com destaque para transformações tecnológicas na radiodifusão e no jornalismo, radiodifusão pública, infraestrutura de comunicação audiovisual e telecomunicações, políticas de comunicação, comunicação pública e desinformação no âmbito da saúde pública.

Dione Moura, Universidade de Brasília (UnB)

Doutora em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Atuou como Diretora Editorial e Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), atualmente é Diretora Centro-Oeste da Associação de Professores de Jornalismo (ABEJ). Nos estudos sobre consumo midiático, participou como Coordenadora Regional DF da rede de pesquisa Brasil Conectado - Jovem e Consumo Midático em Tempos de Convergência-, coordenada nacionalmente por Nilda Jacks, UFRGS. Atualmente, é docente da Graduação e da Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação da UnB e Dirigente da mesma Faculdade.

Referências

Associação Brasileira de Podcasters (2019). PodPesquisa 2019. https://drive.google.com/file/d/14fyrRYmz1QSOCI5DeEhssLQL376EbEUu/view

BBC. (2014). Marks 10 years of podcasting with record figures. https://www.bbc.co.uk/mediacentre/latestnews/2014/10years-podcasting

Barbosa, L. (2004). Sociedade de Consumo. Jorge Zahar.

Barbosa, L. & Campbell, C. (2006). Cultura, consumo e identidade. FGV.

Bonini, T. (2015). La ‘segunda era’ del podcasting: el podcasting como nuevo medio de comunicación de masas digital. Quaderns del CAC, XVIII(41), 23-33, 2015. https://www.cac.cat/es/documentacio/la-radio-aun.

Blubrry Podcasting (2019). Podcast Stats Soundbite: Brazil In Bloom. https://blubrry.com/podcast-insider/2019/02/01/podcast-stats-soundbite-brazil-bloom/

Canclini, N.G (2006). El consumo cultural: una propuesta teórica. In G. Sunkel (Ed.). El consumo cultural em América Latina. Constucción teórica y líneas de investigación (2.ª ed ampliada y revisada) (pp. 72-95). Convenio Andrés Belo.

Douglas, M. & Isherwood, B. (2013). O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. UFRJ.

Folha (2021). Folha é o jornal mais nacional do país e o de maior audiência e circulação. https://www1.folha.uol.com.br/poder/2021/03/folha-e-o-jornal-mais-nacional-e-o-de-maior-audiencia-e-circulacao.shtml

Pérez, J. I.G (2010). Podcasting: distribución de contenidos Sonoros y nuevas formas de negocio en la empresa radiofónica española (Tese de doutoramento). Faculdad de Ciencias de la Informacion, Universidad Complutense de Madrid.

G1 (2020). Podcast 'O Assunto' supera marca de 20 milhões de downloads. https://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/2020/05/20/podcast-o-assunto-supera-marca-de-20-milhoes-de-downloads.ghtml

Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (2019). Pesquisa sobre podcast. https://www.ibopeinteligencia.com/arquivos/JOB%2019_0372_APRESENTA%C3%87%C3%83O_PODCAST.pdf

Jaffe, H. (2006). NPR Leads the Way in Podcasting. Washingtonian. https://www.washingtonian.com/2006/05/09/npr-leads-the-way-in-podcasting/.

Kischinhevsky, M. & Herschmann, M. (2007). A geração podcasting e os novos usos do rádio na sociedade do espetáculo e do entretenimento. XVI Encontro Anual da Compós. http://www.compos.org.br/data/biblioteca_263.pdf

McCracken, G. (2007). Cultura e consumo: uma explicação teórica da estrutura e do movimento do significado dos bens de consumo. https://www.scielo.br/j/rae/a/v4jhqtDxxrkmsrSkmKyjM8p/?lang=pt

Medeiros, M. S. (2006). Podcasting: Um antípoda radiofônico. XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Brasília. http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2006/resumos/R0776-1.pdf

Newman, N. & Gallo, N. (2019). News Podcasts and the Opportunities for Publishers. Digital News Project. http://www.digitalnewsreport.org/publications/2019/news-podcasts-opportunities-publishers/

Newman, N., Fletcher, R., Schulz, A., Andi, S. & Nielsen, R. (2020) Reuters Institute Digital News Report 2020. https://reutersinstitute.politics.ox.ac.uk/sites/default/files/2020-06/DNR_2020_FINAL.pdf

Newman, N. (2020) Periodismo, medios y tecnología: tendencias y predicciones para 2020. Reuters Institute Digital News Publications. https://www.digitalnewsreport.org/publications/2020/periodismo-medios-y-tecnologia-tendencias-y-predicciones-para-2020/

Rosa, B. (2015). Grupo Globo é o 17.º maior conglomerado de mídia do mundo. https://oglobo.globo.com/economia/grupo-globo-o-17-maior-conglomerado-de-midia-do-mundo-16159426

Silverstone, R. (2011) Por que estudar a mídia? Edições Loyola, 2011.

Spinelli, M. & Dann, L. (2019). Podcasting: The Audio Media Revolution. Bloomsbury Academic.

Silva, S. R.(2007) “Eu não vivo sem celular”: sociabilidade, consumo, corporalidade e novas práticas nas culturas urbanas. XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom), Santos, SP. http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2007/resumos/R1736-1.pdf

The New York Times (2017). “THE DAILY” Exceeds 100 Million Downloads. https://www.nytco.com/press/the-daily-exceeds-100-million-downloads/

Lindeberg, A (2019). So you have a podcast?: What brodcasters and newspapers are doing with new forms of áudio. Reuters Institute Fellowship Paper. University of Oxford. https://reutersinstitute.politics.ox.ac.uk/our-research/so-you-have-podcast

Travancas, I. S. (2007). Juventude e televisão: um estudo de recepção do Jornal Nacional entre jovens universitários cariocas. FGV.

Travancas, I. S. & Martinelli, F. (2016). Entre a antropologia do consumo e a comunicação: o caso da pirataria XXV Encontro Anual da Compós, Goiânia: Goiás.

Downloads

Publicado

2021-12-15

Como Citar

Lopes Quintino, C., R. Del Bianco, N. ., & Oliveira Moura, D. (2021). Consumo de podcasts jornalísticos no cotidiano de jovens universitários brasileiros. Comunicação Pública, 16(31). https://doi.org/10.34629/cpublica.56

Edição

Secção

DOSSIÊ TEMÁTICO: Os novos territórios do podcast